Notícias Fecomercio

6 de novembro de 2017

“O Brasil é um país jovem e de muita oportunidade”, diz Luiza Trajano


Presidente do Conselho de Administração do Magazine Luiza fala ao UM BRASIL sobre as crises política e econômica

“Precisamos assumir [o controle do] o Brasil para que ele tenha consistência. Caso contrário, vamos viver sempre na alternância entre momentos bons e ruins”, diz a presidente do Conselho de Administração do Magazine Luiza, Luiza Helena Trajano. Em conversa com Thais Herédia para o canal UM BRASIL, ela fala sobre desafios trazidos pelos entraves econômicos e expectativas de superação da instabilidade política no País.

Para a entrevistada, as crises podem ter um lado positivo: a sociedade passa a tomar consciência das responsabilidades dela. “É uma crise política, econômica e ética, mas não é a primeira crise que enfrento como empresária”, afirma Luiza, sobre o momento atual brasileiro.

“A ética é o bem comum”, explica. “À medida que você não paga imposto, fura a fila, compra algo falsificado, você não é ético. Temos de nos vigiar o dia todo. Estou muito esperançosa com esse resgate da ética, que não acontece só no Brasil”.

Além disso, segundo ela, para negócios como o Magazine Luiza, a crise pode ser também uma questão de oportunidade. “Aproveitamos também o período para abrir lojas em lugares que não conseguiríamos e, por causa da crise, conseguimos. A crise nos exige muito mais trabalho e dedicação”, conclui. Ela ressalta também que o total de 210 milhões de pessoas residentes no Brasil atualmente, apesar de representar desafios administrativos, significa também um grande mercado consumidor. “É um país jovem e de muita oportunidade”, diz.

No Brasil, segundo a empresária, temos dificuldade de assumir o País como nosso. “Precisamos cuidar dos nossos negócios, mas não nos omitirmos como sociedade”, justifica. “Agora parece que nossa sociedade está tomando consciência de que o Brasil é dela. O que eu espero é que a volta do emprego e das melhorias econômicas não tirem essa consciência”, afirma Luiza. Assista à entrevista completa aqui.

 

Voltar para Notícias